Macau: Vereador punido pela justiça por ato preconceituoso

Ato homofóbico do vereador é repudiado pelo ativista Wilson Dantas
O vereador Kekel da cidade de Macau foi condenado pela justiça local por ato homofóbico contra o professor mestrando Javerton Souza. O vereador que também é advogado vai pagar multa a vítima e já retratou publicamente nas redes sociais, acerca da ofensa, de acordo com a sentença da Juíza Andrea Cabral Antas Câmara.
O movimento GLBT no Rio Grande do Norte, que se posicionaram oficialmente, repudiando o ato homofóbico do vereador Kekel (PPS), contra o professor mestrando Javaerton Souza.

Eis a nota de repúdio: O Fórum LGBT Potiguar parabeniza a Juíza Andrea Cabral Antas Câmara, que deferiu sentença ao Vereador de Macau Emmanuel Clélio Kekel, a pagar uma indenização e retratar publicamente o seu erro a acusar o professor Javaerton de pregar a ideologia de gênero.
Ao mesmo tempo achamos que a punição foi branda e o valor irrisório, mais assim, serve de exemplo para que outros professores tenham a coragem de irem na justiça, quando se sentirem caluniado e injuriado. Aproveitamos e deixamos a dica para as próximas ações que os réus sejam obrigados a prestarem serviço voluntário nas escolas, ministrando palestras com a temática respeito a diversidade sexual. Wilson Dantas – Coordenador do Fórum LGBT Potiguar.

Nenhum comentário :

Postar um comentário