Primeiro FDS de Junho de 2017 no RN teve saldo de 16 vítimas aponta OBVIO


O RN contabiliza mais um fim de semana violento. No cômputo geral, até o fim da noite de ontem (04/06/2017) foram 1049 CVLIs no RN. Os dados apontam para um aumento de 26,7% em relação a 2016. Os dados absolutos demonstram 221 mortes violentas a mais que no ano passado no mesmo período. Em 2016, até o mesmo período, foram 828 CVLIs, contra 692 em 2015 e 770 em 2014. 
A média de CVLIs no período supracitado (até 04/06/2017) foi de 6,77 CVLIs por dia em 2017, contra 5,34 CVLIs/Dia em 2016, 4,46 CVLIs/Dia em 2015 e 4,97 CVLIs/Dia em 2014. 2017 segue sendo o ano mais violento (até este momento) na história do RN.
Nas duas maiores cidades do RN, Natal e Mossoró, a contagem de CVLIs segue com 276 CVLIs na capital até a noite de ontem e 114 na "Capital do Oeste" no mesmo período.
Os tipos de CVLIs contabilizados até o período de ontem foram especificamente: homicídios, liderando a estatística com 921 ocorrências em 2017 (alta de 27,4%), seguido de lesão corporal, seguida de morte com 48 ocorrências (apresentando a maior alta, 45,5%). Ação típica de estado também apresentou alta significativa de 25% com 40 ocorrências até agora. As demais, como latrocínio (24 ocorrências), tiveram ligeira queda ou aumento menos significativo.

O RN contabiliza mais um fim de semana violento. No cômputo geral, até o fim da noite de ontem (04/06/2017) foram 1049 CVLIs no RN. Os dados apontam para um aumento de 26,7% em relação a 2016. Os dados absolutos demonstram 221 mortes violentas a mais que no ano passado no mesmo período. Em 2016, até o mesmo período, foram 828 CVLIs, contra 692 em 2015 e 770 em 2014. 
A média de CVLIs no período supracitado (até 04/06/2017) foi de 6,77 CVLIs por dia em 2017, contra 5,34 CVLIs/Dia em 2016, 4,46 CVLIs/Dia em 2015 e 4,97 CVLIs/Dia em 2014. 2017 segue sendo o ano mais violento (até este momento) na história do RN.
Nas duas maiores cidades do RN, Natal e Mossoró, a contagem de CVLIs segue com 276 CVLIs na capital até a noite de ontem e 114 na "Capital do Oeste" no mesmo período.
Os tipos de CVLIs contabilizados até o período de ontem foram especificamente: homicídios, liderando a estatística com 921 ocorrências em 2017 (alta de 27,4%), seguido de lesão corporal, seguida de morte com 48 ocorrências (apresentando a maior alta, 45,5%). Ação típica de estado também apresentou alta significativa de 25% com 40 ocorrências até agora. As demais, como latrocínio (24 ocorrências), tiveram ligeira queda ou aumento menos significativo.

Nenhum comentário :

Postar um comentário