Vigilantes da UERN paralisam trabalho por tempo indeterminado

Servidores cruzam os braços devido salários atrasados
Servidores de vigilância da UERN paralisaram todas as suas atividades em Mossoró, Patu, Pau dos Ferros. A motivação do protesto já não é nenhuma novidade para a comunidade acadêmica: dois meses de atrasos salariais e não pagamento de vales-refeição.
De acordo com Milton Barros, que é vigilante e membro da comissão de negociação formada pelos terceirizados, a paralisação foi articulada pela própria categoria e recebeu apoio do Sindicato Intermunicipal dos Vigilantes do RN (Sindsegur). Ele destacou que os trabalhadores e trabalhadoras só retornarão aos postos de trabalho quando os valores em atraso forem depositados.
O vigilante afirma que a falta de compromisso da empresa contratante e o silêncio da administração da universidade têm sido muito desconfortáveis para a categoria, que convive com a incerteza da falta de pagamento e sem a garantia de direitos essenciais. Mossoró Notícias

Nenhum comentário :

Postar um comentário