PM ocupa Governadoria, pede intervenção federal e ameaça greve de fome


Um cabo da Polícia Militar invadiu, na manhã desta sexta-feira(5), a Governadoria do Rio Grande do Norte e diz que só sairá do local após haver uma intervenção no Estado e houver o pagamento dos salários. O policial, que está fardado, entregou a arma a colegas da PM após chegar ao local, onde ele permanece na área da recepção.
Áudios repassados pelo próprio cabo Gonçalves, que é lotado no BPChopque, diz está disposto a entrar em greve de fome para chamar a atenção da população sobre o problema da PM.
“Não admito mais morrer nenhum companheiro por causa das injustiças desses sistemas, desse governo e dessas autoridades que fazem vistas grossa para a situação” disse o cabo Gonçalves no áudio. Pouco mais de uma hora após a ocupação, que começou às 7h, outros policiais tentaram adentrar o local para se juntar ao cabo Gonçalves, mas foram contidos por outros policiais. Uma advogada de associação que representa os policiais militares conversou com o praça e ele disse que só sairá da Governadoria após o pagamento dos salários. Tribuna do Norte

Comentários