PM usa bombas, escudos e barra entrada na AL de manifestantes contrários a pacote fiscal do governo Robinson

Policiais militares do Batalhão de Choque da Polícia Militar fazem um paredão humano na entrada da Assembleia Legislativa do RN para impedir a entrada de manifestantes (Foto: Cedida)
Manifestantes contrários à votação de um pacote fiscal proposto pelo governo do Rio Grande do Norte como alternativo para a crise financeira do estado estão sendo impedidos de entrar na Assembleia Legislativa, que nesta quinta (11) realiza uma sessão extraordinária convocada pelo governador Robinson Faria (PSD). Com escudos em punho, policiais militares do Batalhão de Choque da Polícia Militar fazem um paredão humano na entrada do prédio.
As imagens também mostram que o ex-presidente da Casa, o deputado Ricardo Motta (PSB), teve dificuldades para entrar na Assembleia. Ele foi hostilizado e empurrado. A PM também precisou usar bombas de efeito moral para conter os manifestantes.
‘RN Urgente’
Batizado de ‘RN Urgente’, o pacote fiscal (confira AQUI) tem 18 pontos, entres projetos de lei e propostas de emendas).
Servidores de vários sindicatos estão discursando contra as medidas de Robinson, principalmente com relação à mudança na alíquota de 11% pra 14%, que é uma das propostas a serem votadas.
Foto: Whatsapp
Do G1 RN

Comentários