“Cena macabra”, diz PM ao encontrar corpo concretado ao lado da casa de Yasmin



O corpo encontrado na tarde desta terça-feira, 24, em uma casa na Rua José Acácio, na Redinha, estava completamente concretado. Foi preciso quebrar, como se faz com uma peça de cimento, para retirar os restos mortais.
“Cena macabra”, relatou o tenente-coronel Rodrigo Trigueiro, do Batalhão de Polícia de Choque.
O corpo estava enterrado na areia, com tábuas por cima. A cova fica abaixo de uma estrutura semelhante a uma escada.
“É um primeiro andar. Depois que essa casa ficasse pronta, alguém iria morar por cima daquele corpo”, contou.
Portal no ar

Cães farejadores encontram corpo que pode ser de menina desaparecida há quase um mês em Natal

Cães farejadores do canil do Batalhão de Choque da Polícia Militar ajudaram a encontrar, na tarde desta terça-feira (24), um corpo que pode ser o de Yasmin Lorena de Araújo, de 12 anos, desaparecida há quase um mês em Natal. O corpo estava enterrado dentro uma casa inacabada no bairro da Redinha, na Zona Norte da cidade. A rua é a José Acácio de Macedo, a mesma onde a menina morava.
Policiais civis e militares, e mais uma equipe de resgate do Corpo de Bombeiros, participaram das buscas. Familiares de Yasmim também acompanharam o trabalho.
Enquanto aguarda a confirmação da identificação da vítima, a Delegacia Especializada em Defesa da Criança e do Adolescente (DCA) agora trabalha para descobrir quem são os assassinos e quem ocultou o corpo.
A casa onde o corpo foi encontrado tem um primeiro andar, mas aparenta ainda estar em fase de construção. Externamente, os tijolos estão à mostra. Os policiais que participaram das buscas chegaram ao imóvel após uma denúncia anônima.
G1 RN

Comentários