Discurso de ódio foi proferido pelo prefeito de Macau em leitura anual na Câmara Municipal


Mesmo com receita acima de 68 milhões de reais no ano de 2017 e sem nenhuma obra visível na cidade e distritos de Macau, o prefeito Túlio lemos foi a Câmara Municipal de Macau na tarde de hoje 26 não apenas para fazer a leitura daquilo que ele fez pela cidade no ano passado ( nada), mas sim , para atacar opositores ao seu governo e culpar o povo pelo que vem acontecendo em Macau.
Com a CMM lotada de cargos e contratados da prefeitura que mesmo estando com salários atrasados foram aplaudir as palavras do prefeito e ficavam ainda mais eufórico com o discurso de ódio escrito pelo gestor. O prefeito parece que ainda vivencia a campanha municipal do ano de 2016, mas esquece ele que a maioria que o elegeu já é minoria em meio a tantas decepções sofridas pelos próprios que lhe apoiou em outrora.
Tulio Lemos deixou claro que quem atacar sua gestão será punido com a justiça e que culpa a falta de médicos as denuncias feitas pela própria população, achando assim um absurdo o vídeo postado no hospital Antonio Ferraz onde um Neto desesperado por atendimento gravou para tentar solucionar a falta de atendimento para sua avó e para os demais pacientes que estavam na hora do ocorrido.
Guamaré News

Comentários