MORADORES DE PENDÊNCIAS DENUNCIAM O MAU CHEIRO DA POTIPORÃ


Os moradores de pelo menos três bairros do município (Pendências do Meio, Massapê e Pendências de Cima), denunciam crime ambiental praticado pela empresa Potiporã que é responsável pelo beneficiamento de pescado (camarão) na cidade e faz parte do Grupo Queiroz Galvão. A empresa que emprega um bom número de pessoas, faz sua parte quando o assunto é contratar pessoas da cidade, mas está sendo denunciada por mais de 400 pessoas, em virtude do mau cheiro exalado de uma lagoa próximas a essas residências.
Não é de hoje que a população reclama da empresa. Há anos que a população reclama do mau cheiro insuportável que vem de uma lagoa onde são jogados líquidos, restantes da operação do beneficiamento do pescado. Produtos para diminuir o odor eram colocados, mas nos últimos anos, a empresa não vem fazendo esforço concentrado para resolver rapidamente o problema que além de ser um grande crime ambiente, está prejudicando a população.

O mau cheiro prejudica alunos nas Escolas nas comunidades, que são obrigadas a inalar o odor. Além disso, famílias que residem próximo a lagoa, não podem dormir, nem fazer as refeições, pois o mau cheiro se faz presente durante todo o dia. “Esse fedor é pior do que várias flatulências resultantes da mistura dos alimentos ovo, cebola e batata”, disse um morador. A fedentina insuportável é sentida a mais de 1km de distância.

Nenhum comentário :

Postar um comentário