GTO de Macau chega ao fim



O Grupo Tático Operacional de Macau (conhecido em todo o Brasil por GTO Macau) chegou ao fim. O grupo de elite da Polícia Militar que atuava na região da 1ª CIPM e foi criado para o combate ao crime organizado, assaltos a bancos e demais ocorrências de grande porte não prestará mais seus serviços nas cidades de Macau, Guamaré, Pendências, Alto do Rodrigues, Galinhos e Jandaíra.

O GTO vinha sofrendo com desgastes constantes a muito tempo, principalmente com a perda de efetivo qualificado sem nenhuma reposição, mas os policiais que permaneciam no grupo se dedicavam para manter o mesmo de pé e atender toda a população, na maioria das vezes trabalhando nos seus dias de folga de graça sem receber o devido reconhecimento.

Na semana passada um fato crucial selou o fim do GTO Macau, o Major Carvalho, comandante da 1ª CIPM, usando de suas atribuições e prerrogativas decidiu retirar o Sargento Comandante do GTO sem dar explicações e consequentemente sem motivos, não justificando sua decisão para ninguém. 

A reação foi imediata e outros integrantes do GTO saíram do grupo em solidariedade ao seu comandante e mostrando insatisfação com ato inesperado do Major Carvalho. Restaram apenas 3 integrantes que ainda estavam usando o uniforme camuflado, mas que no dia de hoje também tomaram a decisão de deixar a equipe.

Com o desmanche do GTO Macau, alguns policiais estão sendo movimentados, uns foram mandados para o Alto do Rodrigues, outros pretendem trabalhar em Assu, Guamaré, Natal etc.
Do blog É isso aí


A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e texto

Nenhum comentário :

Postar um comentário