Após estreia, candidatos ao Planalto tratam Copa com discrição, apenas Geraldo Alckmin comentou resultado

Brasil decepcionou na estreia; Neymar não correspondeu às expectativas
Ao contrário de eleições anteriores, os presidenciáveis apostaram na discrição durante a estreia do Brasil na Copa da Rússia. Com o empate que frustrou a torcida, a maioria dos principais pré-candidatos não se manifestou após o jogo.
Antes de a partida começar, Marina Silva, da Rede, postou nas redes sociais uma foto vestida com uma camisa da seleção com seu nome nas costas. Ela assistiu ao jogo em sua casa, em Brasília, acompanhada de familiares.
Geraldo Alckmin, do PSDB, foi o único que falou sobre o resultado. Em uma publicação em que aparece vestido com uma camisa amarela, ao lado, entre outros, do suplente de senador José Aníbal (PSDB-SP), do deputado federal Floriano Pesaro (PSDB-SP), e da mulher, Lu, o tucano escreveu: “A vitória não veio, mas estamos unidos e confiantes na Seleção.”
O deputado Jair Bolsonaro não falou de futebol nas suas redes sociais neste domingo. O pré-candidato do PSL assistiu ao jogo com a família no Rio.
Já Ciro Gomes, do PDT, não paralisou sua agenda de campanha por causa da partida. Ele viu parte do jogo no Aeroporto de João Pessoa (PB), onde pegou um avião para São Paulo. Ciro publicou uma foto assistindo ao jogo na sala de embarque com o presidente do PDT, Carlos Lupi.
Nas Copas anteriores, desde 1994, era comum que os candidatos, devidamente uniformizados, convocassem a imprensa e assistissem aos jogos ao lado de correligionários. Este ano, por enquanto, os pré-candidatos a presidente ainda não manifestaram intenção de fazer esse tipo de evento. (Com informações O Globo).

Nenhum comentário :

Postar um comentário