Brasileiros que aparecem em vídeo polêmico podem responder por crimes na Rússia


A jurista russa Alyona Popova denunciou os brasileiros que aparecem em vídeos de conteúdo machista contra uma estrangeira no país da Copa do Mundo. Por meio de uma petição, ela alegou que houve violência, humilhação pública à honra e à dignidade de outra pessoa. O Ministério de Assuntos Interiores deve começar a investigar o caso com base no documento e nos relatos já publicados pela imprensa.
As punições para os ofensores podem variar de multa à restrições de circulação na Rússia, de acordo com o documento emitido por Alyona, que é ativista no feminismo e uma das referências no país em relação aos direitos da mulher, de acordo com a editoria de esportes do portal de notícias Uol.
Entre os identificados no vídeo que se tornou uma polêmica mundial está o advogado Diego Valença Jatobá, o tenente da Polícia Militar de Santa Catarina Eduardo Nunes, além do engenheiro Luciano Gil. Se for comprovado em juízo que eles cometeram atos de humilhação através de recursos audiovisuais, os brasileiros podem ser levados à responsabilidade criminal. Do Diário de Pernambuco

Nenhum comentário :

Postar um comentário