Homem morre após ser atingido por tiros durante explosão a banco em Santa Rita, PB

Uma agência bancária foi explodida na madrugada desta sexta-feira (8), no bairro de Tibiri II, em Santa Rita, na Grande João Pessoa. Durante a ação da Polícia Militar e troca de tiros com os suspeitos, um homem de 40 anos, que estava sendo conduzido por um motorista de aplicativo, foi atingido e morreu no Hospital de Trauma de João Pessoa.
A vítima deixou a namorada em casa, uma rua por trás de onde aconteceu a explosão, e depois seguiu viagem com o motorista. Durante o percurso, foi atingido por quatro tiros e socorrido para o hospital pelo motorista do carro. Davis Wayne Pereira era segurança de restaurante na orla de João Pessoa.
De acordo com a Polícia Militar, ainda não há informações se os suspeitos conseguiram ter acesso ao local onde fica o dinheiro. Na agência, que teve a frente e parte do acesso ao cofre explodidos, a polícia apreendeu cinco bananas de dinamite. Durante a ação, também foram apreendidas luvas, quatro baldes cheios de grampos, um galão de gasolina, roupas e um dos carros usados pelos suspeitos.
Segundo informações da PM, dois homens com o carro estacionado às margens da BR-230 chamaram a atenção dos policiais, na entrada de Tibiri II. Durante a abordagem, começou uma perseguição, que só parou no município de Bayeux, onde os dois homens abandonaram parte do material e fugiram.
No entanto, percebendo a presença da polícia, os outros integrantes colocaram fogo em outro carro, com o objetivo de dificultar a prisão do grupo, fugindo em seguida em direção ao bairro de Marcos Moura, em Santa Rita.
Por volta das 5h30, foram encontradas malas com fardamento da Polícia Militar de Pernambuco, no bairro do Ernani Sátiro, em João Pessoa, e dois carros no Conde. A suspeita inicial da polícia é que os suspeitas sejam do estado vizinho. O material apreendido será levado para a sede da Polícia Federal, em Cabedelo.
G1 PB

Comentários