Pesquisa mostra que a planta “Pata de Vaca” tem efeitos positivos no controle da diabetes

Pesquisa de Ana Cláudia teve reconhecimento nacional
Substâncias contidas na planta popularmente conhecida como “Pata de Vaca” têm efeitos positivos no controle da diabetes. Foi o que a discente do Programa de Pós-Graduação Multicêntrico na área de Bioquímica e Biologia Molecular (PMBqBM), da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (Uern), Ana Cláudia de Oliveira comprovou em seus estudos para tese de doutorado.
Em pesquisa feita com animais, a discente, que também leciona na Faculdade de Ciências da Saúde (FACS/Uern), avaliou os efeitos hipoglicêmicos da lectina da referida planta, facilmente encontrada na região, em animais.
“Segundo o conhecimento popular, o chá da “Pata de Vaca” ajuda a controlar a diabetes. Nas pesquisas, pudemos comprovar que a planta realmente tem efeitos satisfatórios tanto no controle da diabetes quanto em seus sintomas colaterais, como o colesterol e outros parâmetros bioquímicos”, revela Ana Cláudia.
O estudo da discente da Uern ainda está em fase de conclusão, mas já recebeu reconhecimento nacional. A pesquisa conquistou recentemente o prêmio de melhor pôster na reunião anual da Sociedade Brasileira de Bioquímica e Biologia Molecular, realizada no final do mês passado na cidade de Joinville, Santa Catarina.
Estudo é orientado pela professora Michele Dalvine
“Centenas de trabalhos são expostos na reunião da Sociedade Brasileira de Bioquímica, que reúne pesquisadores de todo o país, e nós tivemos a alegria de ter o nosso estudo escolhido como o melhor”, diz orgulhosa a estudante.
A pesquisa é orientada pela Professora Dra. Michele Dalvine Correia, da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa), que integra o Programa de Pós-Graduação. Após finalizar a tese de doutorado, Ana Cláudia pretende dar continuidade ao estudo para avaliar com maior precisão os efeitos hipoglicêmicos da lectina da “Pata de Vaca”. (Com informações Uern).
Fotos: Wilson Moreno

Nenhum comentário :

Postar um comentário