Eleições terão 14 candidatos à Presidência da República, o maior número desde 1989

A eleição presidencial deste ano terá 14 candidatos, o maior número desde 1989, a primeira eleição direta depois da redemocratização do país, quando 22 postulantes ao Palácio do Planalto tiveram seus nomes registrados nas urnas.
Segundo especialistas, apesar do grande número de candidatos, quatro ou cinco, efetivamente, deverão disputar a liderança, com chances de irem para o segundo turno e vencer. Olhando as pesquisas de hoje, as alianças partidárias e os históricos dos últimos anos, despontam na corrida: Jair Bolsonaro (PSL), Geraldo Alckmin (PSDB), Marina Silva e o representante do PT, até agora, Luiz Inácio Lula da Silva, que está preso.
Veja a lista por ordem alfabética:
Alvaro Dias (Podemos)
Cabo Daciolo (Patriotas)
Ciro Gomes (PDT)
Geraldo Alckmin (PSDB)
Guilherme Boulos (PSol)
Henrique Meirelles (MDB)
Jair Bolsonaro (PSL)
João Amoedo (Novo)
João Goulart Filho (PPL)
José Maria Eymael (DC)
Luiz Inácio Lula da Silva (PT)
Manuela D’Ávila (PCdoB)
Marina Silva (Rede)
Vera Lúcia (PSTU)


Do Correio Braziliense

Comentários