Receita Federal alerta usuários sobre o “golpe do amor”, já aplicado no ano passado

A Receita Federal descobriu o golpe ao receber, diariamente, cerca de dez 
ligações (Foto: Reuters)
A Receita Federal divulgou um alerta na quinta-feira, 2, sobre o “golpe do amor”, fraude que induz as vítimas a realizarem depósitos bancários em troca de valores e bens retidos no Aeroporto Internacional de Guarulhos. O mesmo golpe foi aplicado em julho do ano passado.
Para enganar as vítimas, os golpistas criam perfis falsos nas redes sociais e fingem ser estrangeiros em boas condições financeiras. Eles envolvem-se emocionalmente com os usuários, declaram estar apaixonados e com intenção de casar.
O golpistas diziam as vítimas que mandavam presentes, como celulares, anéis de ouro para o noivado e dinheiro em espécie por remessa expressa, postal ou viajante. Em seguida, alegavam que os bens tinham sido retidos pela Alfândega e que a liberação dos produtos dependia de um depósito na conta de um agente do aeroporto.
Segundo a Receita Federal, os golpistas fornecem uma conta corrente de pessoa física para a transação. Se a vítima depositasse o dinheiro, os golpistas faziam outra exigência de valor, alegando um novo empecilho para liberação da remessa ou bagagem.
Os criminosos chegaram a criar sites falsos de empresas de remessas expressas, inclusive com falso rastreamento da encomenda. A estratégia busca comprovar a veracidade da promessa.
O golpe foi descoberto pela Receita Federal após o órgão receber, diariamente, cerca de dez ligações telefônicas para confirmar as instruções recebidas para depósito. (Com informações Veja.com).

Nenhum comentário :

Postar um comentário