Ala do PT “joga a toalha” e defende anúncio da chapa Haddad-Manuela na segunda-feira

Manuela D’Avila e Fernando Haddad, a chapa substituta
Enquanto advogados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) tentam uma manobra jurídica na tentativa de manter sua candidatura, mesmo “sub judice”, uma ala do partido “jogou a toalha”.  Petistas de diferentes correntes discutem o melhor momento para o anúncio oficial da chapa Fernando Haddad (PT) e Manuela D’Avila (PC do B) na disputa presidencial.
Uma ala petista, ligada ao ex-prefeito, defende que o “melhor cenário” seria fazer o anúncio oficial na segunda-feira, 4.
Haddad pretende ir na segunda-feira a Curitiba falar com o ex-presidente Lula para bater o martelo sobre a troca oficial, após a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que barrou a candidatura do ex-presidente.
Outro grupo argumenta que a troca oficial precisa ser adiada por mais alguns dias, dentro da estratégia de manter o discurso político de que Lula foi injustiçado – e também porque os advogados avaliam qual a estratégia jurídica para questionar a decisão do TSE.
Nas palavras de um petista, “quem vai acabar decidindo mesmo é Lula”. (Com informações da colunista Andréia Sadi/G1).

Comentários