Alckmin diz que ‘quem ganhar subirá a rampa em dia de chuva com lata d’água na cabeça’

O candidato do PSDB à Presidência da República, Geraldo Alckmin, afirmou na noite desta terça-feira (18) em entrevista ao Jornal da Globo que o próximo presidente tomará posse "em dia de chuva com lata d’água na cabeça" e que "todos os partidos estão fragilizados". "Todos, inclusive o meu."
"Eu fico preocupado de ver o Brasil ir para os extremos, eu acho que isso pode ser muito ruim para o país. Ninguém está convidando ninguém para um banquete. Quem ganhar a eleição é subir a rampa [do Palácio do Planalto, para tomar posse] em dia de chuva com lata d’água na cabeça. Não é fácil", afirmou.
Alckmin é o segundo entrevistado da série que o Jornal da Globo fará nesta semana com os candidatos à Presidência mais bem colocados na última pesquisa Datafolha, divulgada na última sexta-feira (14). A apresentadora Renata Lo Prete também entrevistará Fernando Haddad (PT) e Marina Silva (Rede) – Ciro Gomes (PDT) foi entrevistado na segunda-feira (17). O candidato do PSL, Jair Bolsonaro, permanece internado se recuperando do atentado que sofreu em 6 de setembro e não será entrevistado neste momento.
Ele também falou que é a favor de uma idade mínima na reforma da Previdência e um tempo mínimo de contribuição para ter direito ao benefício. Questionado sobre qual seria a idade mínima, Alckmin falou que sua proposta será para combater privilégios. A jornalista insistiu na pergunta: "eu queria não me estender demais nesse assunto, mas tentar ainda uma vez ouvir do senhor: idade mínima para aposentadoria". Ao que ele respondeu: "idade mínima nós vamos definir nesse debate" (leia mais abaixo).

Comentários