“Nosso foco inicial é regularizar a folha de pagamento dos servidores”, diz Fátima Bezerra


Fátima Bezerra espera regularizar a folha de servidores do Estado no início do mandato. A governadora eleita do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra (PT), disse nesta segunda-feira (5), em entrevista ao jornal 96, que inicialmente, o foco principal de seu governo será regularizar a folha de pagamento dos servidores do Estado.
“Nosso foco inicial é regularizar a folha de pagamento dos servidores. Iremos realizar uma auditoria nas contas do Estado para que possamos estancar o déficit e corrigir esse desequilíbrio fiscal e financeiro. Mas, só teremos noção do tamanho do déficit após o levantamento que será realizado pela nossa equipe de transição”, destaca.
Além de falar sobre a sua intenção de regularizar a folha de pagamento dos servidores o quanto antes, a governadora também se mostrou preocupada com a atual situação da Segurança Pública do Estado.
“Nós precisamos enfrentar com todo rigor a violência que assola o RN. No entanto, para isso precisamos do auxílio do governo federal – e, também iremos contar com o apoio da nossa bancada federal”, comenta.
No panorama da bancada federal, a governadora eleita contará com o apoio de Zenaide (PHS) Maia e Jean Paul Prates (PT) – senadores da república, além de Fernando Mineiro e Natália Bonavides – deputados federais eleitos pelo Partido dos Trabalhadores.
Sobre os apoios da bancada federal, Fátima Bezerra revelou ainda que irá contar com a contribuição do senador eleito pela REDE, Styvenson Valentim. “O capitão me ligou parabenizando pela eleição e disse que está a disposição para somar. Ele revelou ainda que gostaria de conversar comigo a respeito de ideias sobre a área da educação”, contou.
Assembleia Legislativa
Segundo Fátima Bezerra, o seu governo irá ter um bom relacionamento com a Assembleia Legislativa – e, ela enquanto governadora deve contar com o apoio da maioria dos deputados da Casa.

“Teremos um relacionamento harmonioso com a Assembleia e contaremos com o apoio de mais de doze deputados estaduais”, comenta.
Do Nominuto

Comentários