Onyx Lorenzoni é nomeado ministro extraordinário durante transição

foto: Valter Campanato/Agência Brasil )
O deputado Onyx Lorenzoni (DEM-RS) é nomeado nesta segunda-feira, 5, ministro extraordinário e ficará oficialmente responsável pela coordenação do processo de transição do presidente eleito Jair Bolsonaro. Braço direito do futuro mandatário, Lorenzoni será o ministro da Casa Civil do novo governo. A Coluna do Estadão antecipou a nomeação.
A nomeação foi publicada no Diário Oficial da União de hoje. Lorenzoni se licenciará da Câmara dos Deputados e o suplente da coligação, Washington Stecanela Cerqueira, do PDT do Rio Grande do Sul, assumirá o mandato. Ele é ex-jogador de futebol e atualmente é dirigente do clube Itabaiana, de Sergipe.
Mesmo licenciado da Câmara, Lorenzoni poderá manter o salário de deputado, que é de R$ 33.763, maior do que o de ministro (R$ 30.934) e dos demais cargos da transição, que pode variar entre R$ 2,5 mil a R$ 16,5 mil. Do Estadão Conteúdo

Comentários