Obra na ponte Felipe Guerra entre Assu e Itajá deverá ser liberada para tráfego normal em março



Há boa possibilidade de que até o final de março a pista de rolamento da Ponte Felipe Guerra na BR-304, entre os municípios de Assu e Itajá, possa ser liberada para tráfego normal. O tráfego no local é refreado, formando filas de veículos. Passarelas para pedestres e ciclistas serão concluídas adiante. A informação é de uma fonte do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (DNIT). A empresa responsável pela obra é a Construtora A. Gaspar S/A, que deixará esse equipamento com largura de 12 metros de pista (originalmente eram 8,60), mais acostamento e passarela de pedestre nas duas laterais, totalizando aproximadamente 18 metros. Pelo cronograma do empreendimento iniciado no início de 2017, ele tem que ser concluído até outubro de 2019. Com 595 metros de extensão, ela é ainda hoje a maior ponte de concreto armado do Nordeste, com 595 metros. Foi inaugurada em 1952, ou seja, há quase 67 anos.

 
Carlos Santos

Comentários