Grupo de trabalho se reúne e discute pleitos para redução de custo do GNV no RN

Deputado Coronel Azevedo foi o propositor da audiência
O preço do Gás Natural Veicular (GNV) foi alvo de mais uma discussão na Assembleia Legislativa. Na tarde desta segunda-feira, 27, o grupo de trabalho formado pelo Legislativo e sociedade civil organizada discutiu ações para buscar a redução dos custos do GNV no Rio Grande do Norte e incentivo ao uso do combustível.
O deputado Coronel Azevedo (PSL), que foi o propositor da audiência que levantou o assunto no Legislativo, faz parte do grupo de trabalho e esteve junto na discussão desta tarde, que também contou com a presença da diretora-presidente da Potigás, Larissa Dantas, e de representantes dos postos de combustíveis, motoristas por aplicativos, táxis e demais membros do grupo de trabalho. No encontro, ficou confirmado que haverá a cobrança para regulamentação da Lei 9.821/2013, que trata sobre isenção de IPVA para veículos que fizerem a conversão para o GNV.
 
“Vamos discutir e levar ao Estado os pontos que podemos colaborar para a redução no custo, inclusive tratar sobre a regulamentação dessa lei, que não está em vigor. Com certeza, incentivando o uso do combustível conseguiremos avanços para a redução”, disse Coronel Azevedo.
Conversões
Em 2018, segundo o Detran-RN, o número de conversões de veículos para o gás natural foi 4.909. De janeiro até o dia 3 de maio deste ano, 1.031 veículos tiveram a conversão efetivada no Estado e, atualmente, aproximadamente 48 mil carros circulam no Rio Grande do Norte com o GNV.
Fotos: Eduardo Maia/ALRN

Comentários