Socióloga Rosângela da Silva é a mulher por quem Lula está apaixonado e com quem tem planos de se casar

Rosângela da Silva, a paixão do ex-presidente Lula (Foto: Reprodução)
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) está apaixonado e tem planos de se casar. A revelação foi feita pelo ex-presidente ao economista Luiz Carlos Bresser-Pereira, durante visita na última quinta-feira, 16, em Curitiba. O economista escreveu um texto sobre como foi a visita, chamado “Visita a Lula na prisão”, em que compartilha o que o presidente o contou.
A socióloga Rosângela da Silva é a mulher por quem Lula está apaixonado e com quem tem planos de se casar, conforme ele revelou ao economista Luiz Carlos Bresser-Pereira. Amiga de Lula desde os tempos das caravanas da cidadania, quando se conheceram, Janja, como Rosângela é chamada, vive em Curitiba, mas, segundo amigos do casal, ela é paulista. Os dois mantiveram a amizade durante esses anos, inclusive profissionalmente.
O namoro é de conhecimento de petistas há mais de um ano, pois os dois namoravam mesmo antes de Lula ser preso.
Rosângela está há 16 anos anos em Itaipu Binacional. Neste período, segundo seu perfil em uma rede social, ela foi cedida para a Eletrobras durante três anos e nove meses. Segundo amigos do casal, Rosângela visita Lula com frequência na cela da PF e tem em torno de 40 anos, portanto é algumas décadas mais jovem do que o ex-presidente.
Após visitar Lula na prisão, Bresser-Pereira escreveu um texto sobre como foi a visita, chamado “Visita a Lula na prisão”, em que compartilhou o que o presidente o contou.
“Na última quinta-feira eu visitei Lula. Ele está em ótima forma física e psíquica. (…) Está apaixonado e seu primeiro projeto ao sair da prisão é se casar”, escreveu Bresser-Pereira.
Em outra rede social, Rosângela tem uma série de fotos enfeitadas com mensagens de apoio à liberdade de Lula. Numa das fotos, em junho do ano passado, ela posou abaixo da lua cheia e escreveu “O amor nos aproxima — a lua sobre nós”. (Com informações Guilherme Amado/Revista Época).

Comentários