Temer diz que se apresentará à PF nesta quinta-feira ‘com toda tranquilidade’

O ex-presidente Michel Temer declarou que se apresentará à Polícia Federal nesta quinta-feira (9). A afirmação foi feita à Globonews na noite de quarta (8) após a divulgação da decisão do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2) que determinou seu retorno à prisão.
“Vou me apresentar, não tenho nenhum problema com isso. Na primeira vez fui tratado com todo respeito na Polícia Federal. Quando o habeas corpus for julgado, vamos ver o que acontece”, disse.
Temer afirmou ainda que foi “negativamente surpreendido” pela notícia da decisão. “Eu estava no escritório [quando recebi a notícia]. Lamentavelmente foi uma surpresa. Não só para mim, mas para muita gente. Recebi telefonemas, todo mundo está negativamente surpreendido”, disse.
“Vou me apresentar com toda tranquilidade, sem problema nenhum. Não há equívoco em minha conduta”, completou.
O ex-presidente – que está em São Paulo – não informou, porém, em qual unidade da PF se apresentará.
Sobre a decisão
O Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2) determinou nesta quarta-feira (8) a volta do ex-presidente Michel Temer e do coronel reformado João Baptista Lima Filho à prisão. A corte acolheu, por 2 votos a 1, o recurso apresentado pelo Ministério Público Federal.O ex-presidente e o Coronel Lima, apontado como operador financeiro dele, foram presos no dia 21 de março, na Operação Descontaminação. Eles foram soltos quatro dias depois.
Temer e Coronel Lima foram presos no âmbito da Operação Lava Jato. As investigações apuram desvios nas obras da Usina Angra 3, da estatal Eletronuclear. Além deles, também foram presos o ex-ministro Moreira Franco e outras cinco pessoas. O TRF-2 manteve o habeas corpus de Moreira Franco e dos outros acusados.
A força-tarefa da Lava Jato acusa Michel Temer de chefiar uma quadrilha que desvia dinheiro público há 40 anos. Segundo o MPF, o grupo de Temer já desviou R$ 1,8 bilhão dos cofres públicos.

Comentários