TSE arquiva investigação de crime eleitoral contra Haddad

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu, nesta quinta-feira (9), arquivar uma ação de investigação judicial eleitoral contra o ex-candidato à Presidência da República, Fernando Haddad.
A ação foi protocolada no ano passado pelo então candidato a deputado federal Kim Kataguiri (DEM-SP). Segundo ele, Haddad era suspeito de praticar caixa 2 e não teria declarado o pagamento de um milhão e duzentos mil reais na contratação de uma empresa de pesquisas.
Segundo o relator do caso no TSE, ministro Jorge Mussi, o gasto do candidato do PT foi realmente declarado. A partir desse entendimento, os demais magistrados seguiram o voto do relator.

Comentários