Venezuelanos aproveitam para comprar comida no Brasil após reabertura da fronteira

Fronteira foi reaberta na tarde desta sexta-feira (10) depois de ter ficado 78 dias fechada por ordem de Nicolás Maduro.
Brasil recebe mais de 800 venezuelanos após abertura de fronteira

O movimento de veículos entre o Brasil e Venezuela é intenso na manhã deste sábado (11), após a reabertura da fronteira, fechada por quase três meses. Em Pacaraima, cidade fronteiriça, veículos e pessoas voltaram a cruzar os dois países pela rota regular.

No comércio da cidade, muitos imigrantes aproveitam para comprar alimentos e remédios, para depois retornar à Venezuela. Pela manhã, carros faziam fila para entrar no país e as ruas do comércio em Pacaraima estavam movimentadas de pessoas atrás de mercadorias.


Ángel Rodríguez, de 22 anos, e a amiga fazem compra em Pacaraima após abertura da fronteira — Foto: Jackson Félix/G1 RR

"Não tinha coragem de vir pelas 'trochas' [caminhos clandestinos]. Agora, com a fronteira aberta, podemos fazer compras ao menos a cada 15 dias. A reabertura foi excelente para nós venezuelanos, estamos felizes e esperamos que continue assim", afirmou Ángel. 
O tráfego de veículos na entrada do Brasil se intensificou depois das 9h. No posto de triagem da Operação Acolhida, que cuida do fluxo migratório, os atendimentos ocorrem dentro do normal.
Na tarde dessa sexta-feira (10), quando a fronteira foi reaberta do lado venezuelano, cerca de 400 veículos entraram no Brasil, estimou o Ministério de Abastecimento, Pecuária e Agricultura (Mapa), órgão responsável pela fiscalização na região junto com a Polícia Rodoviária Federal (PRF). A Acolhida registrou a entrada de 893 venezuelanos na sexta. 


Carros fazem fila para entrar no Brasil após reabertura da fronteira da Venezuela — Foto: Jackson Félix/G1 RR

CONTINUAR LENDO CLIQUE AQUI

Comentários