[VÍDEO] Dois estudantes são presos acusados de pichar sede do PSL em Natal


Dois estudantes foram detidos durante os protestos contra o contingenciamento de recursos na Educação acusados de pichar a sede do PSL, partido do presidente Jair Bolsonaro, em Natal.
O caso durou mais de uma hora e bloqueou a avenida Senador Salgado Filho por mais de uma hora até que os jovens foram conduzidos para assinar um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) pelo dano provocado ao patrimônio, pelo ato de vandalismo e ainda por crime ambiental.
Um grupo de estudantes decidiu ficar no local para garantir apoio aos detidos e chegaram a se sentar no chão para impedir a saída da viatura com os detidos. Um reforço policial foi acionado.

BG

Comentários