Placa do Mercosul só será obrigatória em carros novos ou quando há troca de cidade

O Conselho Nacional de Trânsito (Contran) anunciou nesta sexta-feira (28) um novo adiamento para que as placas do Mercosul sejam adotadas em todos os estados do país.
Agora, os estados e o Distrito Federal têm até o dia 31 de janeiro de 2020 para se adequarem ao novo padrão, que não será mais obrigatório para transferências de propriedade do veículo, como era exigido anteriormente. Outra novidade está no visual, mais simples.
Quem precisará trocar Veículos novos: Primeiro emplacamento
Veículos em circulação: Troca de município e/ou estado; Se as placas forem furtadas; Se as placas forem danificadas. Esta é a sexta vez que o novo processo de emplacamentos é adiado.
O prazo estabelecido anteriormente pelo órgão venceria no próximo domingo (30).
De acordo com o Ministério da Infraestrutura, o adiamento traz consigo regras simplificadas que prometem reduzir os custos das novas placas, como novas normas para credenciamento de estampadores que aumentam a concorrência. Ler Mais

Comentários