Bolsonaro continua com dieta cremosa e apresenta melhoria progressiva, diz boletim médico

Porta-voz da Presidência da República, Otávio do Rêgo Barros (Foto: Wilson Dias/Agência Brasil)
O presidente da República, Jair Messias Bolsonaro (PSL), internado no Hospital Vila Nova Star, na capital paulista, continua ingerindo comida cremosa com boa aceitação. Segundo o boletim médico divulgado na manhã de domingo, 15, ainda nesse dia  seria iniciada a redução do volume da alimentação parenteral (endovenosa).
A dieta cremosa é composta de alimentos triturados até que se forme um creme. Já a pastosa oferece os alimentos amassados, o que torna o alimento mais consistente que na versão cremosa.
O boletim informou ainda que o presidente estava sem febre e sem dor, com melhoria progressiva do quadro geral e dos movimentos intestinais. Bolsonaro continua fazendo fisioterapia respiratória, motora e caminhando frequentemente pelo corredor.
Segundo o porta-voz da Presidência, Otavio Rêgo Barros, as visitas seguem restritas e não havia previsão de visitas para o domingo. A primeira-dama Michelle Bolsonaro e o filho do presidente, o vereador pelo Rio de Janeiro, Carlos Bolsonaro (PSL), acompanham o presidente.
O presidente Bolsonaro tomou chá, comeu gelatina e creme de frutas no café da manhã.
De acordo com Rêgo Barros, o estado de ânimo do presidente é excelente, o que vem sendo comprovado pela equipe médica a cada visita. Entretanto, ainda não há data prevista para alta.
“A previsão de alta estará associada ao quadro clínico que vem evoluindo muito bem, então há expectativa. Não gostaria de adiantar uma data mas estamos esperançosos que seja num prazo curto. A dieta pastosa pode ser um parâmetro para a alta”, disse Rêgo Barros.
Bolsonaro está internado desde o dia 7, para a realização de sua quarta cirurgia após ter levado uma facada durante um ato da campanha para a eleição presidencial no dia 6 de setembro do ano passado.
Ele é acompanhado pela equipe composta pelo cirurgião-chefe Antônio Luiz de Vasconcellos Macedo, pelo clínico e cardiologista Leandro Echenique, pelo diretor médico do Hospital Vila Nova Star Antônio Antonietto e pelo médico da Presidência da República, Ricardo Peixoto Camarinha.
Rêgo Barros disse que há possibilidade de o Dr. Antônio Luiz de Vasconcellos Macedo se deslocar para Brasília para uma avaliação do presidente antes de sua viagem para os EUA, quando deve participar da Assembleia Geral das Nações Unidas, em Nova Iorque.
Pelo Twitter, o presidente mostrou vídeo dizendo que estava “matando a saudade da minha filha” em referência à caçula Laura, de 8 anos, do casamento com Michelle Bolsonaro. O presidente acrescentou que “fiquei fora de combate por um tempo, mas o carinho da minha família e de todos que acreditam num Brasil melhor me ajuda a seguir lutando.” (Com informações Agência Brasil).

Comentários