Em entrevista exclusiva à TV francesa France 24, Lula diz que “ladrões são os que o prenderam” e que quer casar ao sair da cadeia

Foto: Reprodução

Em entrevista exclusiva à TV francesa France 24, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso há um ano e meio na superintendência da Polícia Federal (PF) em Curitiba, disse que “quer provar que os ladrões são os que me prenderam”. Ele também afirmou que não quer a redução da pena, mas sim, ser inocentado.
E disse que já tem planos para quando sair da prisão: “Quero me casar quando sair daqui.”
Em maio deste ano, Guilherme Amado, colunista da ÉPOCA, noticiou que Lula estava apaixonado e tinha planos de se casar com Rosângela da Silva.
Lula criticou o presidente Jair Bolsonaro quando questionado sobre a questão ambiental.
“Jair Bolsonaro não gosta dos índios, não gosta dos extratores de borracha. Bolsonaro não gosta das árvores. Bolsonaro não gosta dos que apoiam o partido dos trabalhadores. Bolsonaro não gosta dos pobres, dos sindicalistas”, afirmou o presidente, que também disse que liderou a política mais protetora do meio ambiente.
Questionado a respeito de uma possível candidatura à Presidência quando sair da prisão, o ex-presidente preferiu não se estender sobre o tema. “Eu não vou dizer se sou candidato ou não. Vou deixar o tempo fazer o seu trabalho para ver o que vai acontecer.”
Época

Comentários