Pular para o conteúdo principal

Número de imigrantes venezuelanos em situação de mendicância aumenta no RN

Encontrar venezuelanos com cartazes pedindo em semáforos não é mais novidade nas ruas de Natal. Com condições difíceis de moradia e alimentação em seu país de origem, os imigrantes tomaram rumo para a capital potiguar em busca de uma nova chance nas suas vidas.
Hoje com uma placa de ajuda na Avenida General Gustavo Cordeiro de Farias, em Petrópolis, zona Leste de Natal, o venezuelano, José Baez, de 49 anos, costumava ser professor e atuava há seis anos na área da educação. Com salário equivalente a pouco mais de R$ 104, ele conta que pedir pelas ruas do Brasil se tornou a principal alternativa para sua sobrevivência e de sua família.
A estimativa é de que 50 venezuelanos estejam, hoje, em Natal. Nos próximos dias, a expectativa é que uma nova leva de estrangeiros desembarque na Rodoviária de Natal. O grupo está morando na zona Oeste da cidade. Parte está abrigada em uma pousada e outra parte em uma casa alugada.

Comentários