Bolsonaro homenageia Gugu e fala do Flamengo em cerimônia militar no Rio

Presidente Bolsonaro em cerimônia na Vila Militar (Foto: Marcos Corrêa / Presidência das República)
O presidente Jair Bolsonaro (PSL) reforçou seu compromisso com o povo e a democracia ao lembrar de sua formação militar paraquedista em discurso na manhã deste sábado, 23, durante cerimônia na Vila Militar, Zona Oeste do Rio.
“Hoje, acima de tudo estão a nossa democracia, a nossa liberdade e o nosso compromisso com o povo brasileiro”, declarou Bolsonaro. “Sempre saltamos da rampa do avião, e agora nós subimos, pela democracia e pela vontade popular, a rampa do Planalto Central”, discursou o presidente, para uma plateia de formandos paraquedistas e suas famílias.
O presidente participou da celebração do 74º aniversário de criação da Brigada de Infantaria Paraquedista e solenidade do Jubileu de Ouro e de Prata da Brigada de Infantaria Paraquedista
Estiveram presentes acompanhando Bolsonaro o prefeito Marcelo Crivella (PRB) e três ministros generais: o ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Augusto Heleno, o ministro da Defesa, general Fernando Azevedo e Silva, e o ministro da Secretaria de Governo, general Luiz Eduardo Ramos.
Homenagem a Gugu
Bolsonaro abriu seu discurso na solenidade com uma homenagem ao apresentador Gugu Liberato, que morreu ontem aos 60 anos. Gugu estava internado desde quarta-feira, após sofrer um acidente em casa, em Orlando, nos Estados Unidos.
“Por décadas, deixou sua marca em todo o Brasil, sempre alegre, esbanjava alegria e informação. Que Deus acolha sua alma e conforte sua família, amigos e fãs”, disse Bolsonaro, que pediu à tropa o toque de silêncio em memória ao comunicador.
O presidente encerrou sua fala mencionando mais a final da Copa Libertadores da América, que será disputada por Flamengo e River Plate, em Lima, no Peru.
“Respeitosamente, como futebol faz parte da cultura e da alma do povo brasileiro, hoje todos nós somos Flamengo”, encerrou o presidente. (Com informações Estadão Conteúdo).

Comentários