Globo demite mais de 100 funcionários; Gagliasso e Bruna Marquezine também saíram

Nos corredores da emissora a tensão é grande (Foto: Divulgação)
A Rede Globo demitiu mais de 100 funcionários na quarta-feira, 6. A informação é do site “Na Telinha”, do “Uol”. Os profissionais demitidos fazem parte do figurino, transporte, produção e equipe do setor de entretenimento.
Ainda de acordo com o site, as demissões teriam sido causadas pelo movimento de megafusão de empresas do grupo Globo, que tem levado tensão aos estúdios da emissora. A primeira fase de cortes deve chegar a 20% na folha do departamento pessoal das empresas envolvidas no processo de fusão.
Iniciado em setembro de 2018, o programa “Uma Só Globo” visa unir em um único CNPJ a Globo, GloboSat, Globo.com, DGCORP (Diretoria de Gestão Corporativa) e Som livre. A fusão está sendo feita pela empresa Accenture, que é mundialmente reconhecida em consultoria de tecnologia e transformação empresarial.
“Não comentamos questões internas. Todas as grandes empresas modernas passam por processos na busca de eficiência e evolução constante e, nesse contexto, é natural que se façam ajustes. Na Globo não é diferente”, disse a assessoria de imprensa da emissora em nota.
No ano passado, a Globo investiu boa parte de seus recursos na GloboPlay e acabou fechando o ano no vermelho. O balanço de 2018 indicou que o conglomerado teve déficit operacional de cerca de R$ 530 milhões. Uma grande parte do déficit se deu pelo investimento na plataforma de streaming.
Gagliasso e Marquezine estão fora 
Bruno Gagliasso e Bruna Marquezine também saíram da emissora (Foto: Divulgação)
O ator Bruno Gagliasso não é mais funcionário da Globo. Após 18 anos na emissora, ele não renovou seu contrato de longa durabilidade. O último trabalho de Gagliasso na casa foi em “O Sétimo Guardião”, onde era o protagonista.
E quem também saiu da Globo foi Bruna Marquezine. A assessoria da Globo confirmou a informação, justificando que a atriz vai se dedicar aos  estudos.

Comentários