Vazamento da prova do Enem “aparentemente” foi em Pernambuco, diz ministro

Abraham Weintraub comentou no Twitter o vazamento de uma imagem da prova (Foto: Luis Fortes/MEC)
O Ministério da Educação (MEC) trabalha com a possibilidade de que o vazamento de uma imagem da prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) tenha ocorrido em Pernambuco, segundo o ministro da Educação, Abraham Weintraub. Uma foto da prova foi publicada na internet e circula nas redes sociais.
“Isso aparentemente aconteceu em Pernambuco e a gente já está chegando ao nome da pessoa”, disse o ministro em vídeo publicado no Twitter. Segundo ele, o caso está sendo investigado pela Polícia Federal.
Em nota, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teoxeira (Inep) confirmou que a imagem é real, mas afirmou que ela foi divulgada após a realização dos procedimentos de segurança, quando os estudantes já estavam todos nas salas de aplicação. Portanto, não haverá prejuízo aos participantes.
“Todos os procedimentos de segurança já haviam sido realizados, a prova já havia sido distribuída para todo mundo e alguém titou uma foto e colocou nas redes. Isso não compromete em nada tudo, segue normal”, disse o ministro.
Pelas regras do exame, é proibido o uso de aparelhos eletrônicos no local de aplicação do Enem, como celulares. Eles devem ser desligados e colocados dentro do envelope porta-objetos que cada candidato recebe. O uso desses objetos leva à eliminação do candidato.
Cerca de 5,1 milhões de candidatos estão inscritos no Enem. Neste domingo, 3, eles fizeram provas de redação, linguagens e ciências humanas. No próximo domingo, 10, os participantes fazem provas de matemática e ciências da natureza. (Com informações Agência Brasil).

Comentários