Bolsonaro pede para eleitor não votar em político que usar dinheiro do Fundão

O presidente Bolsonaro falou em Santos e criticou fundo eleitoral (Foto: Sérgio Lima/Poder 360) 
O presidente Jair Bolsonaro disse na sexta-feira, 10, que fará uma campanha para que os eleitores não votem em candidatos que usarem o dinheiro do Fundo Eleitoral, o Fundão. Bolsonaro participou da inauguração do novo Pronto-Socorro da Santa Casa da Misericórdia de Santos (SP).
“Terei um momento difícil pela frente: os R$ 2 bilhões do Fundão. Eu lanço campanha: não vote em parlamentar que usa dinheiro do Fundão. Eu me elegi com 8 segundos [de tempo de campanha na TV]. Quem quer muito tempo e dinheiro quer esconder a verdade. O parlamentar tem momento para se fazer presente juntamente à população, de modo que não precisa de dinheiro”, disse o presidente.
Em dezembro, o Congresso Nacional aprovou o Orçamento para 2020 estipulando o total de R$ 2 bilhões para o Fundo Eleitoral. O texto seguiu para análise do presidente da República, que o sancionou.
Criado por lei em 2017 após a proibição de empresas fazerem doações para campanhas políticas, o fundo indica o uso de dinheiro público para esse fim.
“[O Fundão] é uma lei e sou obrigado a cumpri-la. Se não fizesse, estaria ferindo o Artigo 85 da Constituição Federal e a Lei de Impeachment. E não vou dar este mole para a oposição”, disse Bolsonaro. (Com informações Poder 360/Agência Brasil).

Comentários