Macau: Assessor da Presidência da Câmara forja convocação do prefeito e é desmentido pelo vereador Pintinho

Vereador pintinho
O vereador Jairton Medeiros, o ‘Pintinho’, presidente da Comissão Processante que abriu procedimentos contra o prefeito Túlio Lemos, deveria ter encaminhado, se assim entendesse, ofício convocatório ao Chefe do Executivo Municipal, mas não o fez. Mesmo sem autorização para tal fim, o Assessor da Presidência da Câmara Municipal de Macau, Helder Marques de Araújo redigiu e assinou ofício estipulando prazo para o prefeito apresentar defesa por escrito.
No ofício, o servidor Helder Marques de Araújo assim redigiu e assinou: “O ilustríssimo Senhor Presidente da Comissão Processante da Câmara Municipal de Macau, Jairton de Araújo Medeiros, no uso de suas atribuições legais, na forma do art. 5*, inc. III, do Decreto-Lei 201/67. Manda que o servidor público designado efetue a notificação da pessoa abaixo relacionada (Túlio Bezerra Lemos) para, no prazo de dez dias, apresentar defesa prévia no processo em epígrafe, por escrito, indique as provas que pretender e arrole testemunhas até o máximo de dez”…
O surpreendente, é que o presidente da Comissão Processando, vereador Pintinho tem assegurado aos seus colegas parlamentares que “não autorizei a Helder ou a qualquer outro servidor da Câmara a oficializar convocação ao prefeito Túlio”. Assim, o documento assinado pelo servidor Helder Marques de Araújo se constitui uma peça falsificada, que poderá levar o servidor a arcar com as penalidades para quem falsifica documento público. Resta saber qual a providência punitiva que a presidente da Câmara Municipal de Macau, vereadora Diana Lyra irá tomar com relação ao fato, uma vez que “vem fechando os olhos” para irregularidades praticadas também por alguns vereadores.
RedeNews360

Comentários