PORTA DOS FUNDOS: Justiça do Rio ordena retirada do ar de especial de Natal; Governo polonês pede que Netflix exclua filme

Foto: Reprodução
Por determinação do desembargador Benedicto Abicair, da 6ª Câmara Cível, a produtora Porta dos Fundos e a Netflix terão de retirar do ar o “Especial de Natal Porta dos Fundos: A Primeira Tentação de Cristo”, divulgado na plataforma de streaming desde o final de dezembro. A decisão vem de encontro a um pedido feito pela Associação Centro Dom Bosco de Fé e Cultura. Em primeira instância, o pedido havia sido negado.
Alvo de ataques desde a sua divulgação, o especial de 46 minutos apresenta Jesus (Gregorio Duvivier), prestes a completar 30 anos. Ele é surpreendido com uma festa de aniversário quando voltava do deserto acompanhado do namorado, Orlando (Fábio Porchat). A sátira com um Jesus gay desagradou setores religiosos, que pedem a censura da produção.
Governo polonês pede que Netflix exclua filme do Porta dos Fundos
O vice-premier da Polônia, Jaroslaw Gowin, usou as redes sociais para pedir à Netflix que remova o já controverso especial de Natal do Porta dos Fundos, A Primeira Tentação de Cristo, da plataforma. O filme de 46 minutos tem revoltado religiosos no Brasil desde que foi lançado em dezembro de 2019 — culminando no ataque contra a sede da produtora dos comediantes.
Em seu perfil no Twitter, o político polonês de direita cita o CEO e cofundador da Netflix, Reed Hastings, e anexa uma petição online do país, que soma mais de 1,4 milhão de assinaturas, pedindo a retirada do filme do streaming.
Com informações de O Globo e Veja

Comentários