Projeto de lei quer limitar barulho em templos religiosos no país

Foto: Divulgação/TAG juridica
Um projeto de lei apresentado pelo deputado federal Carlos Gomes (Republicanos-RS) quer definir limites para a propagação sonora dos tempos religiosos no país. Atualmente, muitos estados e municípios possuem limites próprios para cultos, missas e celebrações, mas o projeto pode unificar as regras para todo o território nacional.
Se aprovada, a proposta limitará a propagação sonora aos 75 dB em zonas residenciais durante o dia. Em zonas comerciais, o limite será de 75 dB, e nas industriais, 80 dB. Durante a noite, a restrição seria ainda maior – apenas 10 dB a menos para cada uma das áreas.
Para fins de comparação, estima-se que uma praça de alimentação de shopping produza, em média, durante o horário do almoço, cerca de 70 dB. Um show com trio elétrico pode atingir os 130 dB.
O texto estabelece que para a constatação de excesso na emissão sonora, três medições devem ser feitas pelas autoridades ambientais, acompanhadas pela direção do local, com um intervalo de quinze minutos. A média dos índices será o resultado a ser considerado para conclusão se o templo ultrapassou ou não o limite estipulado em lei.
Jovem Pan

Comentários