Aumento abusivo de preços de máscaras e outros insumos afeta clínicas de hemodiálise

Em meio a pandemia de coronavírus os serviços essenciais não param, especialmente os da área da saúde. Pacientes que precisam fazer diálise não podem suspender o tratamento.
Entretanto, diversas clínicas que fazem este tipo de atendimento estão sofrendo com aumentos abusivos de preços dos insumos que são imprescindíveis para os procedimentos.
Os profissionais devem usar habitualmente Equipamentos de Proteção Individual como capote resistente a líquidos, luvas, máscaras, gorro, óculos de proteção ou protetor facial, entre outros. Todos esses itens além de medicamentos específicos tiveram elevação exorbitante nos valores.
Alguns fabricantes e revendedores se aproveitam da situação e da alta demanda para faturar ainda mais.
A ex-Presidente da Sociedade Brasileira de Nefrologia, Carmen Tzanno, indica como está o panorama no setor. Ela alerta para a necessidade do aumento de testes do covid-19.
Carmen Tzanno diz que é necessário que o governo preste auxílio fiscalizando os preços abusivos e que viabilize o envio de testes para as clínicas de diálise.

*Com informações do repórter Daniel Lian

Comentários