Feminicídios e denúncias de violência doméstica crescem no RN durante isolamento por causa do coronavírus, diz estudo

Um estudo do Fórum Brasileiro de Segurança Pública coloca o Rio Grande do Norte como um dos estados com maior crescimento no número de feminicídios, durante o período de isolamento social por causa do novo coronavírus (Covid-19).
Segundo o levantamento, em março deste ano foram quatro feminicídios registrados no estado – crescimento de 300% em comparação com o mesmo período de 2019. Na quarta-feira (14), Luzia Beatriz de Lima, de 18 anos, que estava grávida de sete meses, foi morta dentro de casa. Polícia investiga o crime de feminicídio.
“Estamos levantando as informações com as pessoas com ela tinha envolvimento, amigos, familiares. O feminicídio é uma das linhas de investigação”, destacou Cidorgeton Pinheiro, delegado da Polícia Civil em Macaíba.

Comentários