Homem apontado como suposto lobisomem de Carnaubais nega ser essa “criatura estranha”


A lenda do lobisomem é antiga, mas ainda mexe com o imaginário de muita gente. Essa semana um suposto Lobisomem que apareceu em Carnaubais virou noticia nas mídias sociais e dos blogs do Estado.

Nesta quarta-feira, em sua TV Web o repórter Antero Batista entrevistou o cidadão acusado de ser o Lobisomem. Francisco, o popular Titico, marceneiro de mão cheia, se defendeu das calúnias que segundo ele, vem o constrangendo juntamente com sua família.

- Tenho receio de sair de casa”. Confessou que após essa boataria teme alguma reação por parte de alguém. Além disso, a própria falta de trabalho tem o deixado em dificuldades, já que trabalha com bicos e isto está ficando cada vez mais difícil nesse tempo de coronovírus.  

O fato aconteceu no domingo (12 de abril) e Titico conta que bebeu e teria tido dificuldade de voltar para casa. Por consciência estava num local onde houve uma briga de casal, surgindo daí uma boataria de que alguém ouviu “uivos de lobisomem” no bairro Pacheco.

- Não existe isso, não credito que alguém possa virar bicho”. Comentou. Titico falou de problemas de saúde que deixou sequelas, uma delas é a irritação nos olhos que ficam vermelhos.

A transmissão ao vivo teve centenas de pessoas acompanhando e muitos comentários foram feitos na página de Antero Batista, que inclusive mostrou um vídeo sobre as condições da casa do Titico.

Humildade

O Titico abriu as portas de sua casa para mostrar as dificuldades em que vive, estando desempregado há dois anos, tendo que manter esposa e filhos numa casa de taipa.

Diante da situação, empresários da cidade já se sensibilizaram e vão ajudar ele a realizar seu sonho de construir sua própria casa e montar sua serraria para trabalhar com dignidade.
Toni Martins

Comentários