Protesto em Porto Alegre pede intervenção militar

Manifestantes se reuniram em Porto Alegre e pediram intervenção militar | Foto: Mauro Schaefer
Cerca de 200 pessoas realizaram um protesto na tarde deste domingo em frente a sede do Comando Militar do Sul, localizado na rua dos Andradas, no Centro da Capital. O protesto pedia intervenção do exército para o fechar o Congresso e do Supremo Tribunal Federal (STF).
A manifestação teve confusão em pelo menos dois momentos, quando uma equipe de reportagem foi expulsa do local e quando uma mulher que estava enrolada em uma bandeira do Brasil subiu em um no muro da Igreja da Conceição abriu a bandeira e mostrou-se nua.
Um dos grupos envolvidos na convocação são o Patriotas pelo Brasil, que se diz apartidário e apoiador de Bolsonaro. Márcia Winter, uma das representantes do grupo, disse que o pedido acontece porque as duas instituições “não permitem que o presidente governe.”

Comentários