Vídeo: ex-deputado avisa que Maia iniciou processo para derrubar Bolsonaro; presidente vê ao vivo

O ex-deputado e presidente do PTB, Roberto Jefferson –autor da denúncia do mensalão do PT, participou de uma live neste domingo (19.abr.2020) em que acusou o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), de plajenar 1 “golpe” contra o presidente Jair Bolsonaro. Também acusou Maia de inviabilizar votação de MPs (medidas provisórias) no Congresso. A transmissão foi compartilhada pelo presidente via Facebook.
Ao chamar as pessoas para assistirem a live nas redes sociais, Jefferson, que foi 1 dos líderes do chamado “centrão” da Câmara, disse que Maia, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), e o STF (Supremo Tribunal Federal) tramam 1 impeachment contra o presidente. Segundo ele, o PT, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), do Rio, Wison Witzel (PSC), e a TV Globo também participam do suposto conluio.
“O que eu tenho assistido e o Brasil tem presenciado é que o Rodrigo Maia e o Alcolumbre vêm tomando a agenda politica das mãos do presidente Bolsonaro, que foi eleito para governar o Brasil. O Rodrigo não obedece mais os interesses do Governo”, afirmou. Jefferson falou, ainda, que isso está faz parte de 1 processo para providenciar o impeachment do presidente. Segundo ele, as universidades federais viraram braços do PT e do Psol.
Por fim, afirmou que existe uma PEC (proposta de emenda à Constituição) para permitir a reeleição no Congresso. A aprovação do projeto, segundo Jefferson, daria a Maia a possibilidade de cumprir mais 1 mandato como presidente da Câmara
Na transmissão ao vivo, comandada pelo jornalista Oswaldo Eustáquio, o ex-deputado teceu elogios a Bolsonaro –que acompanhou a conversa de uma das salas do Palácio da Alvorada, residência oficial da Presidência. [Bolsonaro] sempre foi 1 homem sério, honrado, de opinião. […] não faz esquema com empresa pública. Fui líder dele [na bancada do PTB, na Câmara]. Sempre tive por ele uma profunda admiração e confiança”.
Segundo Jefferson, Rodrigo Maia já teria encomendado ao presidente da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), Felipe Santa Cruz, 1 pedido de impeachment, que já estaria pronto.
“Bolsonaro é moralmente inatacável, e não é por corrupção que será o impeachment, mas por outro caminho”, disse o ex-deputado federal. O título da transmissão do qual Jefferson faz parte afirma que o ex-deputado revela “detalhes da trama do golpe iminente”.

EMBATE ENTRE BOLSONARO E MAIA

As acusações de Roberto Jefferson se dão poucos dias depois de o presidente Jair Bolsonaro fazer ataques ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e dizer que a intenção do congressista “parece que é tirá-lo do governo”. A afirmação foi feita na 5ª feira (16.abr.2020) em entrevista à CNN Brasil.
O chefe do Executivo federal reclamou de diversas atitudes de Maia, a quem atribuiu “péssima atuação” no Poder Legislativo. Bolsonaro acusou Maia de conspirar contra o Brasil. “Isso o que o senhor está fazendo não se faz com nosso Brasil. É falta de patriotismo, falta de humanismo. Péssima atuação. Essa forma de travar, quase que conspirar contra o governo federal”.
Em entrevista à CNN, Maia solidarizou-se com as famílias que perderam entes na doença do coronavírus e destacou que é com isso que o pais tem de estar preocupado. Disse que não vai responder as afirmações do presidente Bolsonaro no “nível que ele quer”. Citou velha “tática” política de trocar de assunto. “O povo brasileiro está preocupado. A saída do Mandetta preocupa 80% da população”.
LER MATERIAL COMPLETO AQUI

Comentários